Hipoglicemia: entenda o que é e como afeta sua vida

Hipoglicemia é um distúrbio provocado pela baixa concentração de glicose no sangue e que pode afetar pessoas portadoras ou não de diabetes.

Hipoglicemia: entenda o que é e como afeta sua vida
A hipoglicemia é uma doença séria que pode prejudicar e muito a sua rotina. (Imagem: spukkato/iStock)

A hipoglicemia é uma condição que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Quadro comum em pessoas com diabetes, ela causa sintomas que podem ser desagradáveis e interferir na rotina de muitas pessoas. Mas você sabia que a baixa concentração de glicose no sangue não afeta apenas diabéticos?

Apesar de a hipoglicemia afetar mais diabéticos, pessoas que não comem o suficiente e de maneira regular também podem sofrer alguns dos sintomas do baixo nível de açúcar no sangue.

O que é hipoglicemia e quando ela ocorre?

A hipoglicemia ocorre quando os níveis de glicose no sangue caem abaixo do nível normal. Isso geralmente acontece quando uma pessoa consome uma quantidade insuficiente de carboidratos ou toma medicamentos que reduzem os níveis de açúcar no sangue.

Geralmente, a hipoglicemia ocorre quando a concentração de glicose no sangue está abaixo de 50 mg/dl. Mas, fique atento, o efeito da hipoglicemia já pode ser sentido com 60 mg/dl. A hipoglicemia clínica é diagnosticada quando as seguintes condições estão presentes:

  • baixos níveis de glicose no sangue (50 mg/dl ou menos);
  • sudorese;
  • tremores;
  • palpitações;
  • ansiedade;
  • dores de cabeça;
  • fraqueza;
  • fome.

Como a hipoglicemia afeta o seu corpo

Diversos estudos apontam que níveis baixos de açúcar no sangue estão associados a capacidades motoras temporariamente prejudicadas. Quando os níveis de açúcar no sangue estão tão baixos a ponto de causar fraqueza, tremores e outros sintomas, a pessoa tende a se sentir cansada, irritada e provavelmente não conseguirá se concentrar.

Em casos mais graves, a hipoglicemia pode levar à perda de consciência, convulsões e até mesmo ao coma.

Os principais sintomas da hipoglicemia são:

  • tontura e confusão;
  • sudorese excessiva;
  • tremores;
  • batimentos cardíacos acelerados;
  • fraqueza;
  • visão turva;
  • irritabilidade;
  • fome intensa.

Como evitar a hipoglicemia

Para quem tem diabetes, é importante ser cuidadoso com os níveis de glicose para evitar episódios de hipoglicemia e fazer um acompanhamento regular com o endocrinologista e com o nutricionista. Mas, como explicamos anteriormente, pessoas que não são diabéticas também podem sofrer com a hipoglicemia, por isso é importante ficar atento.

Uma das maneiras mais eficazes de evitar a hipoglicemia é manter uma dieta adequada. É fundamental consumir alimentos ricos em carboidratos complexos, como grãos integrais, frutas e vegetais. Bananas, frutas secas, ovos cozidos, um saco de nozes ou sementes, são boas opções de lanches para o dia a dia; eles liberam glicose no sangue de forma gradual, evitando picos e quedas abruptas nos níveis de açúcar.

Leia também: O que são carboidratos simples e por que evitá-los

Além da ingestão de carboidratos complexos, é importante fazer refeições frequentes e equilibradas, evitando longos períodos sem comer. Outro ponto importante é manter o monitoramento regular dos níveis de açúcar no sangue. Isso pode ser feito com a ajuda de um medidor de glicose. O acompanhamento constante ajuda a identificar tendências e permite ajustar a dieta e os medicamentos conforme necessário.

Manter um estilo de vida saudável de forma geral é o segredo para controlar a hipoglicemia. Isso inclui a prática regular de atividade física, que ajuda a melhorar a sensibilidade à insulina e a estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Além disso, evitar o consumo de álcool em excesso e parar de fumar são medidas que contribuem significativamente para o controle da hipoglicemia.

(Imagem: Reprodução/Aline de Andrade

Carboidratos são categorizados de acordo com sua posição no índice glicêmico, que mede a velocidade com que eles aumentam os níveis de glicose no sangue.

  • Carboidratos com baixo índice glicêmico elevam os níveis de açúcar do sangue lentamente por períodos de tempo mais prolongados e como consequência mantêm a energia. Esses alimentos incluem massas integrais, pães e cereais, feijões e lentilhas, e frutas.
  • Alimentos com alto índice glicêmico, que elevam os níveis de glicose rapidamente mas por curtos períodos, incluem pães brancos refinados, arroz e macarrão, batata, doces e biscoitos.

É essencial aprender a gerenciar a hipoglicemia, especialmente se você é diabético, como monitorar regularmente os níveis de glicose no sangue, seguir um plano alimentar equilibrado e se consultar com um profissional de saúde para garantir um controle adequado.


Lembre-se de que a informação aqui fornecida é apenas para fins educacionais e não substitui o aconselhamento médico profissional. Se você estiver preocupado com a hipoglicemia ou qualquer condição médica, procure orientação médica adequada. Se você não sabe por onde começar, pode contar com a gente! O Vida Balanceada estará sempre ao seu lado, contribuindo para que você tenha uma vida mais saudável e equilibrada.

Quer saber como podemos te ajudar? Fale com um de nossos especialistas e descubra como você pode cuidar da sua saúde e bem-estar sem sair de casa!